Tendências do mercado imobiliário

O novo adquirente de um imóvel adotou também hábitos mais saudáveis e sustentáveis. A preocupação com o planeta, com a tecnologia e o futuro do meio ambiente está presente nas novas edificações.

As empresas que atuam no mercado imobiliário têm como desafio em 2022 sustentar o ciclo de negócios dos dois últimos anos, marcados por vendas em alta e mudanças de hábitos do cliente final. O desafio é atender aos desejos de um cliente que mudou de comportamento durante e após a pandemia e que deseja morar bem adotando um novo estilo de vida.

A boa localização e infraestrutura sempre foram exigências básicas do mercado imobiliário que se acentuaram nos últimos tempos.

Os lançamentos imobiliários procuram preencher vazios urbanos ou oferecer loteamentos planejados ou ainda condomínios fechados com proximidade de mercados, farmácias, lavanderias, padarias e outros serviços, além de transporte acessível. São exigências de consumidores que querem evitar aglomerações durante percursos da casa para o trabalho ou ao lazer.

Na pandemia surgiu o home office e a comunicação por vídeo conferência, que passou a exigir ambientes nas residências ou preferencialmente nos condomínios com espaços para trabalho e internet de boa velocidade, os chamados coworking.

Com a população passando mais tempo em casa, as residências são projetadas para se tornar não apenas um ambiente confortável, mas também um local de trabalho. Os lançamentos incorporaram essa tendência e trazem na sua implantação espaços comunitários com estes conceitos. Estar próximo da natureza e valorizar as áreas verdes é outra mudança que ganhou força e passou a fazer parte do cotidiano das pessoas. Os condomínios têm hortas, pomares e paisagismo com muito verde. As próprias famílias abriram espaço, ainda que pequeno, para ter uma mini horta na varanda do apartamento ou vasos de plantas na sala.

Os apartamentos passaram a exigir varandas com espaço gourmets, mesmo nos mais populares, privilegiando a convivência social. O novo adquirente de um imóvel adotou também hábitos mais saudáveis e sustentáveis. A preocupação com o planeta, com a tecnologia e o futuro do meio ambiente está presente nas novas edificações. Energia sustentável tipo fotovoltaica, reutilização de água e outras tecnologias que valorizem o uso consciente de recursos naturais estão presentes e são grandes diferenciais incorporados aos novos lançamentos imobiliários.

Uma nova tendência é a existência de projetos com plantas flexíveis que dão maior liberdade de escolha aos compradores para que ajustem os ambientes de acordo com as suas necessidades. O imóvel pode ser modificado integrando, por exemplo, a sala de jantar com a cozinha e a varanda. Dormitórios podem ser reversíveis em espaços de trabalho ou espaço social e muitos aboliram a vaga de garagem, além de que os condomínios podem ser mistos com a área residencial ou ter conjuntos comerciais integrados no térreo ou na área comum.

O mercado imobiliário apresenta estas tendências que se adequam aos novos tempos que pedem mais verde, valorização da família e do social e espaços mais humanizados. Boas mudanças que ajudam na construção de um mundo melhor e uma sociedade mais saudável.

RAFAEL COELHO

Diretor Regional do SindusCon-SP e da Citz

Desenvolvimento Imobiliário

9 de abril 2024

Inovação ou Colapso na construção civil

Leia mais

9 de abril 2024

Inovação ou Colapso na construção civil

Leia mais

27 de março 2024

A INCLUSÃO DAS MULHERES NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Leia mais

27 de março 2024

A INCLUSÃO DAS MULHERES NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Leia mais
Fale por
telefone
Contato
por e-mail
Chama no
WhatsApp